Liberação Miofascial Instrumental: Graston, IASTM, Myofascial Releaser

R$400,00

  • Data e hora: 14/06/2019 até 15/06/2019
  • Cidade/UF: Marilia-SP
Data e hora

De: 14/06/2019 até  15/06/2019
Cidade/UF

Marília-SP

Professor
lulafoto

Prof. Luis Ferreira Monteiro Neto

Nível

Intensivo

Benefícios terapêuticos do método
  • Resposta terapêutica imediata (na primeira sessão)
    • Ganho ADM sem dor
    • Melhora da flexibilidade
    • Melhora da força
    • Melhora imediata da postura
    • Diminuição da dor
    • Melhora funcional
    • Melhora do rendimento esportivo imediato
    • Previne lesões
    • Rápida recuperação pós-treino
Motivos para utilizar as técnicas do método
  • Motivos para utilizar as técnicas do método
    • Facilidade de uso
    • Custo baixo
    • Sem manutenção dos instrumentos
    • Portabilidade (aplicar em qualquer local)
    • Uso em qualquer idade e nível de atividade
    • Aplicação no esporte amador e profissional
  • Ao final do curso, os participantes sejam capazes de:
    • Domínio do uso dos instrumentos e técnicas de manejo;
    • Ter o conhecimento completo da teoria do Conceito das fáscias e suas propriedades e funções;
    • Realizar uma mobilização miofascial eficiente na liberação das tensões do complexo das fáscias com instrumentos;
    • Possa aplicar o método em patologias e disfunções miofasciais, tais como : Cervicalgia, Dores de cabeça, Tendinites, STC, Capsulite adesiva, Epicondilites, Tendinite de Quervain, Lombalgias, Radiculopatias lombares, Algia de quadril, Bursite trocantérica, lesões recorrentes de isquiotibiais e virilha, Sindrome patalofemurais, Tendinite de calcâneo, síndrome dos corredores (algias de joelho, canelites). Fasciite plantar, disfunções e para ganho de ADM
Conteúdo Programático
  • Atualização sobre os tecidos moles (músculos, ligamentos, tendões e fáscia) e suas disfunções;
  • O que é IASTM;
  • Histórico de como surgiram as técnicas manuais e instrumentais;
  • Fundamentação teórica das técnicas utilizadas na mobilização Manual e Instrumental;
  • Apresentação das ferramentas;
  • Evidências atuais sobre as técnicas;
  • Indicações e contra-indicações;
  • Prática Manual e Instrumental na região de ATM;
  • Prática Manual e Instrumental na região cervical;
  • Prática Manual e Instrumental na região do ombro e cintura escapular;
  • Prática Manual e Instrumental na região de membros superiores;
  • Prática Manual e Instrumental na região de coluna torácica e lombar;
  • Prática Manual e Instrumental na região de quadril;
  • Prática Manual e Instrumental na região de membros inferiores;
  • Prática dinâmica com movimento utilizando técnicas instrumentais e manuais
× WhatsApp Chat